Decepção com as pessoas: É possível superar?

Ao longo de nossas vidas passamos por diversos tipos de decepções, seja em nossos relacionamentos, no trabalho ou carreira. Nessa postagem iremos abordar a decepção no relacionamento com as pessoas.

O que é a decepção?

De maneira geral, a decepção se origina quando imaginamos uma situação e esta não ocorre da maneira que esperávamos. Também pode ser traduzida para frustração, desilusão, quebra de expectativas ou “coração partido”.

Todos nós decepcionamos ou já fomos decepcionados, algumas destas decepções podem causar mais sofrimento, outras podem ser atravessadas com menos intensidade. Essa situação pode variar de acordo com o contexto e história pregressa. É essencial lembrar que invariavelmente iremos experimentar vivências de decepções ao longo vida.

Primeiras decepções

As primeiras decepções acontecem na infância, quando nossos pais ou cuidadores limitam nossas satisfações, e descobrimos que não é possível ter tudo ao nosso alcance. A partir disso, se opera a nossa entrada na cultura e na ordem social. Esse processo não é livre de sofrimento, e emoções como raiva e tristeza são comuns.

Como superar a decepção nos relacionamentos?

  1. Não ignore suas emoções e sentimentos, fingir que está tudo bem pode ser até uma forma de defesa, mas não é uma boa ideia, porque as sensações e conteúdos podem voltar a mente até com maior intensidade. Nesse momento, talvez seja importante sentir o luto das frustrações para poder refletir depois sobre eles;
  2. Da mesma forma que o item anterior, o julgamento pelo que está se sentindo pode ser prejudicial para a saúde mental. O contrário do julgamento é perceber as emoções como elas são e também como guias para o que realmente importa (seus desejos, aspirações, valores);
  3. Como diz o ditado popular: dê tempo ao tempo. O tempo pode ser essencial para curar as feridas desse processo;
  4. Ter algum tipo de atividade, como hobbies, estudos, trabalho pode ser um aliado nesse momento;
  5. Use da sua rede de apoio, como família, amigos e comunidade. Essas pessoas podem ser cumplices dando suporte e ajuda;
  6. Faça Psicoterapia ou análise. A(O) psicóloga(o) ou psicanalista podem te ajudar a elaborar melhor essa decepção, a partir de uma escuta qualificada e atenta a sua história.

Atualizado em: 08/04/2022 na categoria: Temas em Geral